quinta-feira, 8 de maio de 2008

O que a Bíblia fala dos animais

Pergunta: Gostaria de saber o que a Bíblia diz em relação aos animais no tocante à ressurreição, já que esta menciona que no dia do arrebatamento apenas as pessoas escolhidas serão atraídas por Jesus, e que na segunda ressurreição os ímpios serão destruídos. Os animais serão destruídos também e Deus criará outros?... Pelas perguntas devo parecer um tanto "desconfiado" em relação às atitudes de Deus, mas as faço por ignorância no assunto, tendo a certeza no meu coração que Deus é maravilhoso e apenas desperta meu interesse não como forma de descrença, mas para me tornar ciente de todos os Seus assuntos, para que possa conhecê-Lo melhor. OBRIGADO! A.S., Teresópolis, RJ.

Resposta: Prezado Amigo.,


Muito obrigado por sua pergunta.

Realmente a Bíblia não menciona a ressurreição dos animais. Podemos ler apenas citações sobre a ressurreição dos justos para a salvação e acerca da ressurreição dos ímpios para a perdição (João 5:28 e 29, Apocalipse 20:5 e 6, etc.).

Conquanto as Escrituras não confirmem a existência de animais no Céu, afirmam que eles existirão na Nova Terra. Eis alguns textos que você poderá ler em sua Bíblia sobre o assunto: Isaías 11:6-9, Isaías 65:17 e 25.

Não temos como explicar plenamente como Deus trará os animais à existência na Nova Terra. O que encontramos na Bíblia é um Deus amoroso que se preocupa com todos os animaizinhos, por menores que sejam. Vejamos alguns textos bíblicos:

"Lembrou-se Deus (aqui o termo indica o interesse de Deus e Sua graça em favor de alguém) de Noé e de todos os animais selváticos e de todos os animais domésticos que com ele estavam na arca..." Gênesis 8:1. Ao orientar Noé a sair da arca, além de abençoar a raça humana o Senhor abençoou também os animais (Gênesis 8:15-17).

"Se encontrares desgarrado o boi do teu inimigo ou o seu jumento, lho conduzirás. Se vires prostrado debaixo da sua cerca o jumento daquele que te aborrece, não o abandonarás, mas ajudá-lo-ás a erguê-lo" Êxodo 23:4 e 5.

"Seis anos semearás a tua terra e recolherás os seus frutos; porém, no sétimo ano, a deixarás descansar e não a cultivarás, para que os pobres do teu povo achem o que comer, e do sobejo comam os animais do campo..." Êxodo 23:11.

"Seis dias farás a tua obra, mas, ao sétimo dia, descansarás; para que descanse o teu boi e o teu jumento..." Êxodo 23:12. Mesmo os animais devem ter o direito ao repouso sabático! (Conferir Êxodo 20:8-11).

"Quando nascer o boi, ou cordeiro, ou cabra, sete dias estará com a mãe; do oitavo dia em diante, será aceito por oferta..." Levítico 22:27. Aqui vemos que um animal recém nascido não era aceito como oferta. Deus queria que ele ficasse com a mãe. Ver também Êxodo 22:30.

"Se de caminho encontrares algum ninho de ave, nalguma árvore ou no chão, com passarinhos, ou ovos, e a mãe sobre os passarinhos ou sobre os ovos, não tomarás a mãe com os filhotes..." Deuteronômio 22:6 (conferir também o verso 7, que mostra a preocupação de Deus com a preservação das espécies de animais).

"Não atarás a boca ao boi quando debulha" Deuteronômio 25:4. Deus não queria que o boi fosse maltratado.

"Os leõezinhos rugem pela presa e buscam de Deus o sustento" Salmo 104:21.

"Tornou o Senhor: tens compaixão da planta que te não custou trabalho, a qual não fizeste crescer, que numa noite nasceu e numa noite pereceu; e não hei de eu ter compaixão da grande cidade de Nínive, em que há mais de cento e vinte mil pessoas, que não sabem discernir entre a mão direita e a mão esquerda, e também muitos animais?" Jonas 4:10 e 11.

"Não se vendem cinco pardais por dois asses? Entretanto, nenhum deles está em esquecimento diante de Deus" Lucas 12:6.

"Observai os corvos, os quais não semeiam, nem ceifam, não têm despensa nem celeiros; todavia, Deus os sustenta..." Lucas 12:24.

Além disso, a Bíblia diz que os filhos de Deus têm responsabilidades para com os animais: "o justo atenta para a vida dos seus animais, mas o coração dos perversos é cruel" Provérbios 12:10. A escritora cristã Ellen G. White assim se expressou a respeito:

"É por causa do pecado do homem que "toda a criação geme e está juntamente com dores de parto". Rom. 8:22. O sofrimento e a morte foram assim impostos não somente ao gênero humano, mas aos animais. Certamente, pois, ao homem toca procurar aliviar o peso do sofrimento que sua transgressão acarretou sobre as criaturas de Deus, em vez de aumentá-lo. Aquele que maltrata os animais porque os tem em seu poder, é tão covarde quanto tirano. A disposição para causar dor, quer seja ao nosso semelhante quer aos seres irracionais, é satânica. Muitos não compreendem que sua crueldade haja de ser conhecida, porque os pobres animais mudos não a podem revelar. Mas, se os olhos desses homens pudessem abrir-se como os de Balaão, veriam um anjo de Deus, em pé, como testemunha, para atestar contra eles no tribunal celestial. Um relatório sobe ao Céu, e aproxima-se o dia em que se pronunciará juízo contra os que maltratam as criaturas de Deus" Patriarcas e Profetas, p. 443.

A Palavra de Deus também afirma que um dia o Criador virá a este mundo para dar o castigo àqueles que destroem a natureza (plantas, animais, rios, etc.): "na verdade, as nações se enfureceram; chegou, porém, a tua ira, e o tempo determinado para serem julgados os mortos, para se dar o galardão aos teus servos, os profetas, aos santos e aos que temem o teu nome, assim aos pequenos como aos grandes, e para destruíres os que destroem a terra" Apocalipse 11:18.

Todos estes versos (entre outros) são bem claros: Deus ama muito os animais e Se preocupa com o bem estar de cada um deles. Isto indica que Deus tem bons planos para estas criaturinhas também. Não há como ter dúvidas.

Não podemos afirmar com base na Bíblia que teremos o mesmo animalzinho de estimação na Nova Terra e muito menos que o não teremos. Todavia, estes versos bíblicos devem nos confortar com a certeza de que Deus fará aquilo que for melhor para a nossa felicidade.

Com toda a certeza, nosso Criador tem poder para recriar o mesmo animalzinho de estimação que um dia perdemos.

No mundo restaurado teremos muitas surpresas; por que nos admirarmos de que o Senhor possa querer alegrar Seus filhos com os animais domésticos que tanto lhes fizeram bem?
Gosto muito de ver a Deus como um pai que se alegra em dar ao seu filho um presente que ele menos espera.

Confie no amor de Deus e descanse em Suas promessas. O que Ele fez na cruz do calvário (João 3:16, Romanos 5:6-8, etc.) é suficiente para nos provar que o Seu amor por todas as Suas criaturas é infinito.

Com estima,



Leandro Soares de Quadros
EQUIPE DE CONSELHEIROS BÍBLIA ONLINE

4 Comentários:

Às 28 de março de 2012 08:37 , Blogger JOHNNY MESTRE disse...

Muito bom o post, tbm tinha essa curiosidade sobre os animais e foi muito bem exclarecida..


Muito obrigado =D

No caso também tenho uma pergunta:

Jesus cristo e DEUS pai são o mesmo ser?

eu li em apocalipse 2:28
assim como também recebi de meu pai, dar-lhe-ei ainda a estrela da manhã.

Apocalipse 22:16
Eu, jesus, enviei o meu anjo para vos testificar estas coisas às igrejas. Eu sou a Raiz e a Geração de Davi, a brilhante Estrela da manhã...

Gostaria que você explicasse esses trechos..

Abrç
Abrç

 
Às 28 de março de 2012 08:38 , Blogger JOHNNY MESTRE disse...

supremafauna.blogspot.com

 
Às 28 de março de 2012 08:39 , Blogger JOHNNY MESTRE disse...

supremafauna.blogspot.com

 
Às 26 de agosto de 2012 19:57 , Blogger Bruno Hideo Ueda disse...

Este comentário foi removido pelo autor.

 

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Início